Movimento Sou do Rio valoriza o produto local  Movimento Sou do Rio valoriza o produto local – SIMME
UTF-8
Sistema FIRJAN
MENUMENU

NOTÍCIAS

Movimento Sou do Rio valoriza o produto local



O Movimento Sou do Rio foi lançado com a proposta de estimular a população a priorizar a compra de produtos fabricados no Rio e, com isso, contribuir para o fortalecimento da economia local e para o processo de retomada econômica.

Tendo a sociedade como peça-chave para a transformação do estado do Rio, o movimento busca alertar para a importância de conhecer a origem dos produtos. O movimento prevê que cada pessoa, ao comprar um produto, confira onde ele foi produzido. Segundo o manifesto do movimento, são “dois segundos que podem significar, no total, milhões de reais em novos negócios e empregos”.

Para Rachel Brasil, coordenadora de Suporte a Negócios da FIRJAN, a tendência de valorização do consumo local já é realidade em vários países, e essa é a hora do Rio abraçar a causa. “É importante que o cidadão considere mais um fator no momento de decidir uma compra. Atualmente ele já leva em conta questões como preço, qualidade e prazos. Queremos que ele perceba também a importância de verificar a origem, pois ao consumir produtos do Rio, empregos são gerados, resultando em melhores condições de vida para as famílias, e estimulando um ciclo virtuoso de desenvolvimento local, com impactos também em questões fundamentais, como segurança pública, educação e saúde. O potencial do nosso estado é enorme, principalmente pelo estilo de ser do Rio, que atrai olhares de todo o mundo”, explica.

O Movimento Sou do Rio não se restringe ao aspecto econômico, mas aborda também a questão emocional: “Precisamos resgatar o orgulho de ser do Rio. Somos e sempre fomos lançadores de tendências, e neste momento de dificuldade econômica do estado, precisamos valorizar cada vez mais o produto local, fazendo a escolha consciente pelo Rio”, destaca Rachel.

Para saber mais e aderir ao Movimento Sou do Rio, basta acessar ao site e baixar as peças da campanha.

Compartilhe: